Buscar
  • TERA Engenharia

Sistema Solar On Grid

Cada vez mais são descobertas e utilizadas novas formas de se produzir energia elétrica, principalmente utilizando fontes renováveis. E é dentro desse mundo de energias renováveis, que uma ganha um enorme destaque: a energia fotovoltaica (energia solar). 

Hoje vamos falar um pouco mais sobre ela e uma das formas em que ela pode ser utilizada, o sistema fotovoltaico on grid.


Sistema On Grid:


Os sistemas on grid, também chamados de conectados à rede, são aqueles sistemas nos quais o consumidor utiliza energia tanto da rede de eletricidade (concessionária) quanto das placas solares, sendo assim, o principal tipo utilizado.

A grande vantagem desse tipo de sistema é que quando os painéis não estão gerando energia, ou o consumo é mais alto do que a produção das placas, o consumidor não fica sem energia pois ele utiliza a energia provinda da rede de distribuição.

Um fato bem importante de lembrarmos antes de falarmos sobre o funcionamento em si do sistema é que somente será gerada energia durante o dia, logo, no período noturno a energia consumida é proveniente da rede.


Funcionamento do sistema On Grid:


Ao incidir radiação solar na superfície das placas, elas geram corrente contínua -tipo de corrente não utilizada para alimentação de equipamentos elétricos no geral- que é transmitida pelos cabos até o inversor on grid, responsável pela conversão de corrente contínua em corrente alternada – que é o tipo de corrente utilizada pelos nossos equipamentos-. Após passar pelo inversor, a corrente vai para o quadro de distribuição da residência podendo ser utilizada para alimentação dos aparelhos e o consumo é medido pelo medidor bidirecional instalado no poste da residência.

Esse medidor tem duas funções, a de medir o quanto de energia o local está consumindo e outra função muito importante e uma das vantagens de se utilizar um gerador solar conectado à rede, a medição de energia injetada na rede. Mas afinal de contas, o que é essa energia injetada na rede? Calma lá que no próximo parágrafo vamos explicar um pouco mais sobre.


Sistema de compensação de energia elétrica:


De acordo com a Normativa Regulamentadora da Aneel nº482/12 que versa sobre sistemas fotovoltaicos, a energia ativa produzida em excesso pelos painéis, será injetada na rede da concessionária como um “empréstimo”, gerando créditos para o consumidor, que podem ser utilizados como desconto na fatura de energia, seja no local aonde o sistema fotovoltaico esta instalado, ou em qualquer outra propriedade sobre mesma titularidade dentro da área de concessão da Concessionária do local no qual o gerador está instalado.

Esse excesso de energia ativa ocorre porque muitas vezes a produção do painel fotovoltaico é maior do que o consumo da propriedade. Por exemplo, uma casa que somente é utilizada a noite, passa o dia inteiro gerando energia pelos painéis que não é consumida pela residência, então essa energia é injetada na rede como créditos podendo ser utilizada no futuro para descontos na fatura de energia.

Apesar de não ser possível zerar a fatura de energia, fato que ocorre pela existência de algumas taxas como a de disponibilidade da rede e iluminação pública, o valor pago na fatura é reduzido ao máximo e ainda é uma grande economia para o consumidor, como pode ser visualizado em outro texto do nosso blog, também sobre energia fotovoltaica.

A seguir, temos uma imagem para uma ilustração de como é o sistema em uma residência:



Gostou do texto e ficou animado com a ideia de gerar energia através de um sistema fotovoltaico na sua residência, comércio ou indústria e ainda diminuir os seus gastos com energia elétrica?

Entre em contato conosco e vamos realizar uma proposta trazendo a melhor solução para você.


Fontes:

https://www.solarbrasil.com.br/blog/o-que-sao-os-sistemas-conectados-a-rede-on-grid-2/

http://primariaenergia.com/blog/tipos-sistemas-fotovoltaicos/ http://www.universalautomacao.com.br/post/sistema-fotovoltaico-energia-solar.html




29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo