Buscar

Quais as vantagens do BIM?

Hoje no blog da Terá iremos abordar um tema já discutido aqui antes, a tecnologia BIM que como já comentando anteriormente passou a ser obrigatório para a venda de projetos para o setor público. Como parte de uma política do governo. Que pretende adotar essa nova tecnologia em todo o ciclo de vida de uma obra, desde seu planejamento e construção até as atividades do pós-obra.


Mas afinal, o que é o BIM?


A sigla BIM significa Building Information Modeling. O mesmo que Modelagem de Informação da Construção, em português.

O BIM nada mais é que uma maneira eficiente de reunir todas as informações de uma construção de forma integrada e organizada. Esse conjunto de informações vai desde a modelagem em si da edificação até seu orçamento. Isto é, acompanha a obra em todo o seu ciclo de vida.


Vantagens


1. Gerenciamento de Informação


Um dos principais pontos positivos do BIM sobre outras ferramentas do mercado é que ele trabalha com informação. Isso permite obter dados mais precisos e detalhados sobre o que está sendo projetado. Ou seja, informação sobre os materiais, tipos de materiais, formas e custos. Isso é um grande diferencial para que os projetistas tenham um trabalho mais ágil e completo, entregando melhores resultados no final do projeto.

2. Maior agilidade no projeto


Além da geração automática de plantas, cortes, fachadas a partir do modelo 3D com o BIM é mais fácil realizar alteração no projeto. Caso seja necessário alterar as dimensões de uma porta, por exemplo, esta ação poderá ser realizada através de uma tabela, alterando o tipo desta porta, assim, será alterado para todas do mesmo tipo, não sendo necessário alterar manualmente uma por uma;


3. Compatibilização e integração dos projetos


A compatibilização dos projetos consiste em juntar os diferentes tipos de projetos que uma obra envolve como hidrossanitário, elétrico, arquitetônico e etc .Tornando possível uma análise construtiva antes mesmo da obra começar a ser executada. Isso permite solucionar possíveis problemas que poderiam ser detectados apenas no canteiro de obra. Como por exemplo, um eletroduto cruzando com um cano de água.

4. Redução de custos


Junto a compatibilização vem a redução dos custos. Um projeto bem planejado, evitando incompatibilidades, resulta em redução de custos na hora da execução. Uma pesquisa feita pela FINEP/USP mostra que as perdas nas instalações variam de 11% a 29%. Com a utilização do BIM isso pode ser reduzido drasticamente, pois ele gera quantitativos de materiais com mais precisão, o que permite um orçamento de obra com maior qualidade Além de evitar gastos inesperados devido a erros não percebidos anteriormente.

5. Modelagem completa em 3D


Com o BIM é possível fazer o acompanhamento da obra antes mesmo de começar sua execução. Ele permite visualizar o projeto em 3D e realizar simulações. Além de tornar o projeto mais visual, possibilita ao cliente entender melhor como ficará sua obra pós execução tanto internamente como externamente, o que traz mais segurança e conforto na hora de adquirir o projeto.


BIM + TERA


Podemos concluir que o BIM não consiste apenas em um programa ou ferramenta, mas sim em uma metodologia completa que nos permite planejar, modelar e executar de forma mais assertiva todas as etapas que envolvem uma obra. Aqui na Tera engenharia nós já estamos inteirados com essa nova tecnologia para deixar seus projetos ainda mais detalhados e completos. Entre em contato e faça seu orçamento conosco!


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo